Sobre mim
Sou paulistana, pisciana e viajante. Trabalho como comissária de iate, o que me dá a oportunidade de estar sempre próxima ao oceano. Em 2009 descobri que meu lugar era no mundo e sai para procurá-lo. Este blog é resultado do desejo de compartilhar minha vida, um pouco incomum, com os que queiram se aventurar e tentar ajudar aqueles que meu caminho cruzar. Sejam bem-vindos ao meu mundo!
Como se tornar comissária de iate
Essa não é umas das coisas mais difíceis do mundo
06/02/2017 - Atualizado em 30/03/2017 08h39

Tornar-se Stewardess ou Steward de yacht não é umas das coisas mais difíceis do mundo. Mas antes de decidirem se é isso mesmo que querem para a vida de vocês, saibam que os benefícios são muitos, mas o trabalho pesado também vem em dobro. Se vocês ainda não sabem exatamente o significado dessa profissão, deem uma lida rápida no texto que explico mais sobre a atividade e as responsabilidades do cargo.

Feito isso, caso percebam que esse novo mundo tem tudo a ver com vocês, o primeiro passo é descobrir o local mais próximo onde o curso básico de segurança em alto mar, o STCW (Standards of Training, Certification & Watchkeeping), é oferecido.

 

Neste curso, que é reconhecido internacionalmente, vocês vão aprender muitas coisas, entre elas, o que fazer se o barco naufragar, como sobreviver em alto mar e como controlar um incêndio.  

Outra dica muito importante é encontrar perto de suas localidades onde obter o ENG1, que nada mais é do que um atestado médico que afirma que vocês estão saudáveis e aptos a trabalhar em um barco.

Após realizar o curso básico de sobrevivência em alto-mar e garantir o certificado médico, a próxima etapa é fazer o cadastrar nas agências de tripulação. Atualmente são tantas as agências que vou preparar um post dedicado somente a elas.

Como vocês já devem ter lido no texto no qual explico mais sobre a profissão, ser Stewardess é basicamente ser “pau pra toda obra”, se vocês pensarem nas atividades relacionadas ao interior do barco. O que eu quero dizer com isso? Que toda e qualquer experiência ou curso relacionado à hospitality será muito mais do que bem-vindo. Vocês sabem fazer arranjo de flores, fizeram curso de vinho, silver service, decoração de mesa ou organização de eventos? Coloquem tudo isso no currículo, pois será esse conjunto de habilidades que os tornarão fortes candidatas ou candidatos para o futuro emprego.

 

Vale lembrar que, na maioria dos yachts, o inglês fluente é pré-requisito. Por isso, se vocês ainda não dominam o idioma, comecem desde já a assistir suas séries de TV favoritas sem legenda. É hora de praticar!

Para saber como montar o currículo e onde buscar as vagas dessa área, aguardem meu próximo post.
 




Obrigado por comentar!
Erro!
Cadastre-se
e saiba mais sobre as aventuras
e os desafios da vida em alto-mar!
Cadastre-se e saiba mais sobre
as aventuras e os desafios
da vida em alto-mar!
Nome
E-mail
Cidade
País
Obrigado!
Você se cadastrou com sucesso.
Tentar novamente