Sobre mim
Sou paulistana, pisciana e viajante. Trabalho como comissária de iate, o que me dá a oportunidade de estar sempre próxima ao oceano. Em 2009 descobri que meu lugar era no mundo e sai para procurá-lo. Este blog é resultado do desejo de compartilhar minha vida, um pouco incomum, com os que queiram se aventurar e tentar ajudar aqueles que meu caminho cruzar. Sejam bem-vindos ao meu mundo!
Saiba o que levar na mala para o trabalho de comissária de iate em alto-mar
Vocês estão indo morar em um iate e a probabilidade de lá não ter muito espaço é enorme
08/08/2017 - Atualizado em 09/08/2017 00h50

 
Vocês fizeram o curso STCW? Já estão com o ENG1 em mãos? Conseguiram o emprego?  Ebá! As notícias são boas! É hora de fazer as malas para o tão esperado trabalho em alto-mar. “Mas eu quero levar o mundo comigo. Quero me sentir em casa e não quero sofrer com a distância”. Espera um pouco, pessoal! Não esqueçam de que vocês estão indo morar em um barco e a probabilidade de lá não ter muito espaço é enorme. Por isso, chegou a hora de aprender a fazer uma mala com apenas o que for de fato necessário, e claro, com um espaço extra para as coisas que vocês vão comprar no caminho.
 
Então, vamos começar a nossa listinha!


 
Mala (1)
Escolha uma mala que voce possa dobrar quando vazia. Eu amo minha mala da Dakine. Ela é leve e tem várias separações legais, o que deixa tudo super organizado. Além de não ocupar muito espaço quando está vazia.
 
Saúde e cuidados pessoais (2 a 5)
Trabalhar e morar em um barco significa que todas as suas despesas básicas tais como comida e higiene pessoal, serão pagas. Porém, tem sempre uma coisinha ou outra que a gente sempre da preferência e, de certa forma, necessita. Na minha lista básica de cuidados com a pele eu incluo Protetor Solar, Máscara de Rosto e Creme Hidratante para as mãos. Para cuidar da saúde e dar aquele impulso na vitalidade gosto de todas as manhãs tomar o Super Green.
 
Conforto (6 e 7)
Ninguém quer ter desconfortos ao longo do dia, certo? Então, para que o trabalho seja realmente prazeroso programem levar alguns itens. O primeiro deles é o sapato para uso interno. No barco ficamos descalços durante muito tempo, por isso, com o tempo, a dor nas costas e nas pernas começa a aumentar. Alguns barcos fornecem e outros não. Na dúvida, se você tiver um sapato somente para o uso interno no barco, sua vida pode mudar para melhor.  
Top branco ou cor da pele é outro item importantíssimo. Há a possibilidades da cor do uniforme ser transparente, por isso, ele será mais do que bem-vindo.
Sutiã cor da pele. Eu fiz desse item peça obrigatória do meu uniforme. Em dias de trabalho, sempre uso os mesmos sutiãs, primeiro por causa da cor e, segundo, porque não quero danificar os demais sutiãs.
 
Mimos sentimentais (8)
Agora, vamos para a parte sentimental. Levem fotos! Sim, eu sei que hoje em dia com Facebook, Instagram, tudo fica mais fácil. Mas, para mim, não há nada mais gostoso do que acordar e poder olhar as fotos da minha família e amigos. Aquelas que me dão força para continuar nos dias não tão fáceis.
 
Diversão (9 e 10)
E como no mundo dos iates, nem tudo é trabalho, a gente tem nossas folgas e são nesses momentos que a maior parte da diversão acontece. Para os momentos fun fun fun, teremos o básico de um dia de praia porque, é claro, na maior parte do tempo a possibilidade de estar em paraísos tropicais, será enorme. Para esses dias teremos: snorkel, máscara, pé de pato e, possivelmente, o wetsuit, para aqueles que, assim como eu, são apaixonados por explorar o fundo do mar.


Livros (11 e 12)
Outra coisa que sempre tenho comigo são livros. Eu amo livros! Sou daquelas que quer ter uma biblioteca em casa, mas, como nosso foco é manter a bagagem leve, tento ter somente dois (ou três!) livros na mala. Ainda estou meio resistente a usar o bendito Kindle, mas quem sabe um dia eu me renderei à tecnologia. Os livros que carrego comigo no momento são: “Grande magia – Vida Criativa sem Medo” da Elizabeth Gilberth, “Propósito” do Sri Prem Baba e, o de sempre, “Minutos de Sabedoria”.
 
Praia (13 a 17)
E é claro que não podem faltar os itens básicos: biquíni, maiô (nem sempre o biquíni brasileiro é bem-vindo e vale sempre a pena respeitar o país em que estamos), chinelo havaianas (você pode tirar a brasileira do Brasil, mas nunca dos pés dela. Havaianas até o fim!), óculos escuro, canga e bolsa de praia. E está tudo pronto para um perfeito day off mais do que merecido.
 
P.S.: Não rolou nenhum tipo de propaganda com as marcas mencionadas acima. Uso todas de verdade e super recomendo.
 
 
 




Obrigado por comentar!
Erro!
Cadastre-se
e saiba mais sobre as aventuras
e os desafios da vida em alto-mar!
Cadastre-se e saiba mais sobre
as aventuras e os desafios
da vida em alto-mar!
Nome
E-mail
Cidade
País
Obrigado!
Você se cadastrou com sucesso.
Tentar novamente